O Belenenses foi Campeão Nacional há 64 anos

Um Campeão que honra o futebol português

(…) Em certo momento coube-lhe defrontar o Benfica, que se apresentava pletórico de jogo e rico de energias.
Vencendo-o em bolas e em jogo, o Belenenses como que recuperou novas energias.
Assim, todos os adversários que, sucessivamente, terçaram armas com ele - foram vencidos.
E essas lutas adquiriram rara beleza porque os adversários procuraram dificultar ao máximo a conquista do título.
A última jornada sintetiza bem o que foram as pugnas derradeiras.
Basta dizer-se que o Belenenses só conseguiu arrancar o triunfo quase no fim - depois de um sofrimento atroz…

Para muitos, os escolhos que o Belenenses encontrou no seu caminho diminuem a grandeza do seu belo triunfo.
Para nós indiferentes a cores no nosso papel de críticos, isso avoluma uma das mais belas vitórias de todos os tempos.
A verdade nua e crua, é que o Belenenses nos surge na competição como team mais apetrechado para o título de campeão - o que não significa que este não pudesse emoldurar o distintivo do Benfica.

O Belenenses foi um grande grupo!
Acusando uma linha de harmonia que constitui o segredo do seu êxito.
Com um trio defensivo seguríssimo (o número de bolas sofridas depõe a favor !), há em todos os seus sectores a interdependência que caracteriza os grandes onzes de clube.
Da linha medular pode afirmar-se que é a mais equilibrada e homogénea, aquela em que as qualidades dos seus componentes tapam os seus defeitos.
Quando passamos para a linha da frente, ainda não encontramos motivos de aplauso, embora muitos julguem (talvez com razão) o compartimento menos apto do conjunto.
Mas um grupo é um todo, e deve ser observado neste ponto de vista.

Além de tudo, o Belenenses é o team que joga mais em conjunto e mais consistentemente pratica um plano de futebol estudado e analisado em minúcias.
Os seus componentes são também executantes de mestria que se integram no plano e lhe dão realização com facilidade de movimentos.
Mais. O team de Belém consegue dar ao seu futebol um cunho de habilidade que não é mais do que a arte do jogo.
Deste modo, em dia de acertos, o Belenenses parece-nos um team em que tudo está bem e no seu lugar, e em que todos os jogadores contribuem para a unidade do conjunto

Chegando ao fim, o Belenenses marcava na tabela 38 pontos, isolado, com 18 vitórias, três empates e duas derrotas, 74 bolas a favor contra 24.
Quem poderá contestar o mérito do seu triunfo? (…)

Belenenses Campeão de Portugal em 1946 - Ao titulo de Lisboa juntou o de Campeão de Portugal.
"O Belenenses ganhou o campeonato nacional. O jogo foi difícil - naturalmente. O S. L. Elvas fez tudo para não perder.
Vê-se em cima, à direita, o grupo campeão, a que só falta José Pedro, que publicamos na Capa, por ter sido um dos melhores homens no terreno.
Ao lado, uma boa defesa de Semedo, apertado por José Pedro; a seguir, à esquerda e à direita, novas ofensivas belenenses, a que não falta nova defesa oportuna de Semedo."

In "Stadium" de 29 de maio de 1946

De pé: Feliciano, Vasco, Gomes, Serafim das Neves, Mariano Amaro e Capela.
Agachados: Coelho, Elói, Armando, Artur Quaresma e Rafael Correia.

Sem comentários: