Belenenses sofre a primeira derrota à oitava jornada do campeonato nacional mas não perde a liderança isolada

📷 Uma das melhores defesas de Capela. Espírito Santo executou um remate forte, depois de dominar Vasco, mas o belenense respondeu da maneira que se vê. 
🏆Lisboa, 27 de Janeiro de 1946. Jogo no Campo Grande, perante grande assistência e com a arbitragem de Abel Ferreira, da A.F. de Lisboa. Os grupos alinharam: 
⛹Belenenses - Capela; Vasco e Feliciano; Amaro, Gomes e Serafim; Mário Coelho, Elói, Armando, Quaresma e Rafael. Treinador: Augusto Silva.
⛹ Benfica - Martins; Moreira e Cerqueira; Jacinto, Jordão e Francisco Ferreira; Mário Rui, Arsénio, Espírito Santo, Teixeira e Rogério. Treinador: János Biri.
⚽ Marcadores: 1-0, por Rogério aos 23'; 2-0, por Rogério aos 61'. Resultado final: Benfica, 2 - Belenenses, 0.

O guarda-redes belenense teve ensejo de se evidenciar no entanto as melhores oportunidades foram da sua equipa

📷 Uma defesa de Carmo Duarte, guarda-redes do Belenenses  
➤ Braga, 7 de Maio de 1950. Jogo da 26ª e última jornada do campeonato nacional que atraiu forte assistência ao campo da Ponte. Árbitro: José Proença, da A.F. do Porto. Os grupos formaram:
⛹ Belenenses - Carmo Duarte; António Figueiredo e Serafim; Inácio Rebelo, Feliciano e Frade; José Mário Jordão, Pinto de Almeida, Bravo, Pereira Duarte e Narciso.
⛹ Sporting de Braga - Cesário; Palmeira e Abel; Antunes, António Marques e Joaquim; Árias, Eloi, Mário, Cassiano e Sardinha. 
⚽ Marcador: 1-0, aos 69' por Mário. Resultado final: Sporting de Braga, 1 - Belenenses, 0

O Belenenses atacou bastante mas os seus avançados não remataram à baliza...

📷 Caetano, do Belenenses, defende uma bola por alto 
➤ Jogo no Estádio Municipal «José dos Santos Pinto», Covilhã, 10 de Dezembro de 1950. Campeonato nacional: 13ª jornada e última da 1ª volta. Árbitro: Anízio Morgado, da A.F. do Porto. Jogo com muita assistência. As equipas alinharam:
⛹ Belenenses - Caetano; Henrique Silva e Serafim das Neves; Castela, Feliciano e Rebelo; Sidónio, Pedroto e Vieira; Pinto de Almeida e Castanheira.
⛹ Covilhã - António José; Roque e Oliveira; Diamantino, Mário Reis e Simões; Carlos Ferreira, Martin, Simonyi, Tomé e Livramento. 
⚽ Marcadores: 1-0, aos 20' por Simonyi; 2-0, aos 89' por Livramento. Resultado final: Covilhã, 2 - Belenenses, 0
🠊 Classificação à 13ª jornada: 1º Sporting com 23 pontos; 5º Covilhã com 14 pontos; 10º Belenenses com 11 pontos. 

Jimmy Melia comanda pela 1ª vez o Belenenses e empata em casa com o principal concorrente à subida de divisão

Quaresma, Edmilson, José António, Figueiredo, Carraça e Sambinha
Pereirinha, Rúben, Vital, Djão e Joel

📷Foto do «onze» que jogou contra o Club Sport Marítimo na partida, relativa à 7ª jornada do campeonato nacional da 2ª divisão (zona sul), disputada em 30 de Outubro de 1983.

O Belenenses no aeroporto de Madrid em trânsito para Valência para jogo no estádio Mestalla com a equipa local

Aeroporto de Madrid, 21 de Janeiro de 1958
Yaúca e Mendes
Valência, Estádio de Mestalla, 22 de Janeiro de 1958. Jogo de carácter particular entre o Valência e o Belenenses, que alinhou do seguinte modo:
José Pereira; Pires e Moreira; Carlos Silva, Mário Paz e Vicente; «Tito», Mendes, «Matateu», Vítor Silva e Manuel Bezerra. Treinador: Helenio Herrera
Resultado final: Valência, 4 - Belenenses, 2 

  Francisco Pires, João Rosendo, Raúl Moreira, Martinho, José Silva Mendes e Yaúca

Ida no dia 21, jogo no dia 22 e regresso no dia 23

«Chuva» de golos no Restelo onde o Belenenses goleou o Braga por 7-0

Mendes tenta dificultar a acção de Cesário
🏆Estádio do Restelo, 22/02/1959: 22ª jornada do campeonato nacional. Perante boa «casa» e a arbitragem de Virgílio Baptista, de Setúbal, os «teams» alinharam do seguinte modo:
⛹Belenenses - José Pereira; Pires e Moreira; Carlos Silva, Raúl Figueiredo e Vicente; Yaúca, Abdul, Mendes, Matateu e «Tito».
⛹Braga - Cesário; José Maria Azevedo e Narciso; Armando, Calheiros e Pinto Vieira; Ferreirinha, Amador, Teixeira, Mendonça e José Maria Matos. 
⚽Marcadores: 3 golos de Matateu, aos 5', 40' e 44'; 2 golos de Mendes, aos 35' e 64'; «Tito» aos 55' e Abdul, aos 75'.

Intenso domínio e capacidade de finalização do Belenenses explicam goleada num animado despique com o Salgueiros

📷Aos 37' Mendes vai empatar a partida num oportuno e vistoso golpe de cabeça a finalizar um cruzamento de Tito. Barrigana está irremediavelmente batido, perante o desespero do seu companheiro e a atenção de Manuel Bezerra que estava bem posicionado para o que desse e viesse. 
🏆Estádio do Restelo, 26 de Janeiro de 1958. Joga-se partida da 20ª jornada do campeonato nacional, perante farta assistência. Manuel Lousada, de Santarém, é o árbitro. Os grupos apresentaram-se deste modo:
⛹Belenenses - José Pereira; Pires e Moreira; Carlos Silva, Paz e Vicente; «Tito», Mendes, «Matateu», Vítor Silva e Bezerra. 
⛹Salgueiros - Barrigana; Longo e Chau; Porcel, Mário e Lenine; Sampaio, Rosa, Benje, Teixeira e Lalo.
⚽Marcadores - 0-1, aos 34' por Sampaio; 1-1, aos 37' por Mendes; 2-1, aos 46' por Mendes; 3-1, aos 48' por Matateu; 3-2, aos 64' por Benje; 4-2, aos 66' por Vítor Silva; 5-2, aos 75' auto-golo de Lenine; 6-2, aos 80' por Vítor Silva. ➤ Resultado final: Belenenses, 6 - Salgueiros, 2.

Equipa do C.F. «Os Belenenses» da época de 1957/58

 José Pereira, Pires, Carlos Silva, Moreira, Vicente e Mário Paz
«Tito», Mendes, «Matateu», Vítor Silva e Bezerra
«Onze» que alinhou contra o Sport Comércio e Salgueiros, e venceu por 6-2, em partida disputada a 26/01/1958 e a contar para a 20ª jornada do campeonato nacional.

Capela sai e eleva-se com ligeireza e segurança ajudando a garantir a árdua vitória do Belenenses contra os «leões»

A luta nas Salésias teve aspectos de grandeza 
➤Salésias, 8 de Dezembro de 1946 - 3ª jornada do campeonato nacional. Pode dizer-se abertamente que a chuva não afugentou o público nem fez diminuir o seu interesse pelo melhor jogo do dia, o que se disputava  nas Salésias.
➤As duas equipas saudadas vivamente pela assistência, ao entrarem no terreno, aprestaram-se para a luta, formadas do seguinte modo:
⛹Belenenses - Capela; Moura e Feliciano; Amaro, Gomes e Serafim; Mário Coelho, Eloi, Armando, Quaresma e Rafael.
⛹Sporting - Reis; Cardoso e Marques; Canário, Veríssimo e Barrosa; Jesus Correia; Vasques, Peyroteo, Travaços e Albano.
✋Árbitro - Carlos Canuto. 
⚽Marcadores: 1-0, aos 21' por Mário Coelho; 2-0, aos 40' por Rafael. Resultado final: Belenenses, 2 - Sporting, 0

O Livro das Citações do Presidente Kim-Mey-Rim









"Citações do Presidente Kim-Mey-Rim" é, na sua maioria, uma compilação de textos e afirmações avulsas retiradas de entrevistas que Joaquim Meirim foi dando a várias publicações durante a pré-temporada do Belenenses, em 1970. O resultado desse magnifico trabalho de humor corrosivo a raiar o nonsense foi publicado como destacável do suplemento "A Mosca" do "DL". 
Na imagem: capa e página 2

Tudo isto existe. Tudo isto é triste. Tudo isto é fado.

➤ Os versos de "Tudo Isto É Fado", de autoria da adepta e antiga associada belenense, Amália Rodrigues, serão porventura a metáfora perfeita para a imensa perplexidade perante o actual momento da Vida de um Clube quase Centenário: O Clube de Futebol «Os Belenenses». Tudo isto é triste.

O Belenenses é campeão nacional de rugby de 2017/18

 João Uva um belenense campeão nacional como jogador (2007/08)
e como treinador (2017/18)

O Belenenses venceu hoje a "AEIS Agronomia" por 17-9, sagrando-se campeão nacional de Rugby.
🏉O Belenenses alinhou com : #1 – Anthony Kent, #2 – Joe Pickett, #3 – Hugo Valente, #4 – José Bonneville, #5 – Salvador Cunha, #6 – Tomás Sequeira, #7 – David Wallis, #8 – Sebastião Cunha, #9 – Duarte Azevedo, #10 – Diogo Miranda, #11 – Tiago Fernandes, #12 – Vasco Poppe, #13 – Rodrigo Freudenthal, #25 – Rodrigo Marta, #15 – João Freudenthal.
🏉Marcadores: David Wallis (5) e João Freudenthal (3+3+3+3).

O Belenenses foi o 1º clube que Fernando Riera treinou

Santiago do Chile, 27/06/1920 - 23/09/2010