Êxodo no Belenenses, no final da época 1995-96

A implementação da lei "Bosman", o treinador João Alves e a demissão (...em plena Assembleia Geral, antecipando-se a eminente destituição do cargo) de José António Matias no final da época 1995-96, foram o cadinho perfeito para uma "fuga" generalizada de bons jogadores do plantel do Belenenses.
Lembramos a saída, entre outros, de Ivkovic, Taira e César Brito para o Salamanca e de Pacheco para a Reggiana.
-------------------
Actualização do post (25/06/2010):
"É bom saber que se lembram dessa equipa, foi das equipas onde joguei que mais prazer me deu!!
Para a época seguinte já tínhamos o Pauleta e o Cavaco, contratados ao Estoril, e o João Alves queria atacar o título.
Foi pena o clube ter desfeito a equipa!

A mim não me venderam ao Salamanca porque uma lesão no joelho contraída durante a época fez-me chumbar nos testes médicos.
Mas que o Belenenses fez muita força para me despachar também, lá isso fez.
Até me disseram que Salamanca era encantadora!!"

Comentário de Luís PEDRO BARNY Monteiro, no Belenenses Ilustrado - Facebook.
Pedro Barny é Amigo do BI no Facebook.

Sem comentários: