Club de Foot-Ball Os Belenenses, 5 - Union Sporting de Vigo, 0

"Ás 15 horas do passado dia 31, o arbitro, sr. Rogerio Peres, deu começo ao desafio entre o Union Sporting de Vigo e o Club de Foot-Ball os Belenenses.

Este ultimo team apresentou-se em campo com elementos de segunda categoria.
Coube a bola de saida ao onze galego, começando assim o jogo, para logo depois ser interrompido em virtude de ter sido derrubado o half-back centro do Union. Este jogador não continuou no campo, pelo que de acordo com o onze português foi substituido, tendo o grupo espanhol modificado um pouco a sua linha.

Recomeça o jogo e os players do Union pedem a substituição da bola, que por já ter sido jogada estava muito pesada. Veio outra bola e pouco depois ainda outra, parecendo-nos que das três a única nova foi a ultima.
Os Belenenses teem uma boa avançada, mas rematam alto. Numa segunda fuga Rio centra a bola, que já passara a linha, e o meio direita consegue coloca-la dentro do goal galego.

Os jogadores do Union protestam, alegando ter a bola ido fora do jogo, e o arbitro concordou dando sinal para pontapé de saida.
É, passados alguns momentos, que o avançado centro do onze português enfia a primeira bola nas redes espanholas.
O keeper do Union tem a seguir uma magnifica defesa, terminando logo a primeira parte do jogo.

Inicia-se a segunda parte, sendo senhores da bola os Belenenses, que a perdem na sua primeira avançada, Stock, o guarda-redes português, tem uma má defesa e Joaquim Reis consegue a seguir a segunda bola, a favor do seu clube, aproveitando uma passagem de Rio.
Segue-se uma avançada do onze espanhol que poz em risco as nossas cores. Há depois uma boa cabeça de Almeida, rematando uma passagem de Rio, mas a bola bate na trave.

É, contudo, este jogador que ainda marca a terceira bola portuguesa.
Marca-se um corner contra o Union e Rio fura as redes espanholas com uma cabeça.
Ainda é este jogador quem mete a quinta e ultima bola a favor do onze português, terminando assim o desafio pela victoria dos Belenenses por 5 bolas a 0.

Os Belenenses jogaram com acerto, distinguindo-se Rio que esteve incansavel.
Não nos agradou a forma de Stock. A defesa espanhola era a parte mais forte do team. (…)


(…) em segundo desafio para a disputa da taça Mutilados da Guerra, os Belenenses, venceram o Internacional, no campo de Palhavã, por 3 bolas a 1.
Foi Sobral (*) que conseguiu o primeiro goal da tarde a favor dos Belenenses, logo seguido da bola do Internacional.
Na segunda parte o jogo decorreu monotono, até que quasi no final os Belenenses conseguiram mais duas bolas, sendo portanto dificilmente que venceram os seus adversarios.
O guarda-rede do Internacional, Guimarães, esteve bom, tendo magnificas defesas. (…)

(*) alcunha de Augusto Silva
In "Ilustração Portugueza" de 6 de Janeiro de 1923
Documento amavelmente cedido pelo amigo do BI no Facebook, Paulo Pires Teixeira

Sem comentários: