Quando um Farense - Belenenses era «o jogo da jornada», graças a Joaquim Meirim...

«O jogo foi vigorosamente disputado como o demonstram Dani e Quinito, mas não foi violento»

Uma atmosfera de rivalidade pessoal entre os dois treinadores (Joaquim Meirim e Manuel de Oliveira) tornara ainda mais carregado o ambiente das previsões à volta do encontro.
«Afinal, o frente a frente dos técnicos decorreu com punhos de renda e o dos jogadores, embora viril, não foi violento ou mal intencionado. O Farense venceu 1-0 (golo feito na primeira parte) mas o Belenenses atacou todo o segundo tempo e poderá queixar-se da falta de sorte em dois lances de baliza aberta.»
  • Faro, 27 de Setembro de 1970 - 3ª jornada do campeonato nacional
  • S. C. Farense, 1 - C. F. «Os Belenenses», 0
  • Jogo no Estádio de São Luís, perante uma lotação superior à da inauguração do recinto
  • Árbitro: Manuel Fortunato, de Évora
  • Farense: Barroca; Assis, Bastos, Caneira e Atraca; Ferreira Pinto e Dani (Sequeira, aos 58'); Nunes, Valdir, Ernesto e Sitoe
  • Belenenses: Mourinho; Pena, Quaresma, Virgílio e Quinito; Murça e Carlos Serafim (Laurindo, aos 58'); Camolas, Arlindo, Estêvão (Freitas, aos 63') e Godinho
  • Golo de Ernesto, aos 13 minutos
  • Realce para os falhanços de Arlindo e Laurindo com a «baliza aberta», e para as exibições de Pena, Quinito e Laurindo

1 comentário:

Interior-Direito disse...


Um pouco da semana anterior a esse jogo aqui:

http://algarve-desunited.blogspot.pt/2006/02/meirim-vs-manel.html