O Belenenses - Carcavelinhos, foi um jôgo dos mais agradáveis do campionato

A decisão formidável de Reis, guarda-redes de Belém

“Foi um jôgo agradável, dos mais agradáveis do Campionato, o Belenenses - Carcavelinhos. No primeiro tempo, o Belenenses deu a ideia de vencedor. As suas jogadas, mais claras, o seu jôgo, mais bem desenhado, deu-lhe vantagem.
Mas o Carcavelinhos, é um detalhe importante, nunca deixou de replicar. E de mostrar energia... Energia, que, no segundo tempo, lhe deu a vitória. Foi vitória aparatosa, esta, do Carcavelinhos. Ao avançado centro José António deve o Carcavelinhos os três pontos triunfais, sobretudo, pela maneira como êle marcou o primeiro goal – o goal do empate – deixando assim a estrada da vitória quási inteiramente livre... José António agarrou a bola. Sózinho e intemerato, internou-se no terreno adversário, enganou um defesa e, serenamente, naturalmente, passou a bola por cima da cabeça do guarda-rêdes do Belenenses, fazendo, logo a seguir, goal...” Tavares da Silva
  • Capa do número 2, da revista “Stadium” editada em 24 de Fevereiro de 1932
  • post publicado originalmente em 12/08/2008 

Sem comentários: