Belenenses lanterna vermelha após ser goleado em Alvalade

Sporting, 6 - Belenenses, 2:
Um golpe pleno de movimento e acção.
O esforço dos três homens - Caetano, Wilson e Serafim - é um certificado de luta !
Capa da revista "Stadium" de 15 de Novembro de 1950


  1. Azevedo defende sob a protecção de Passos. Ao lado vê-se o centro-avançado Frade.
  2. Mário Rui encolhe-se à entrada enérgica de um defesa, mas Azevedo salta a tempo e afasta o perigo.
  3. Caetano tira a bola dos pés de Wilson no momento preciso; Henrique, o estreante do Belenenses acorre à jogada.
  4. Uma jogada na grande área do Belenenses, com golpe de cabeça por parte de Serafim, muito enérgico, Martins como se agacha, receoso, vendo-se no outro lado Pinto de Almeida e Jesus Correia.
9ª Jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, 1950-51: do 1º (Sporting) ao 2º (FC Porto) seis pontos e deste ao último (Belenenses) 5 pontos.
"Quanto ao Belenenses que luta com falta de avançados realizadores (os seus dois únicos tentos resultaram de outros tantos livres marcados pelo antigo defesa internacional Serafim) queda-se por ora...no último lugar, com os mesmos pontos do Olhanense e do Guimarães.
Será crível que os belens se libertem de tão incómoda posição, mas...nunca fiando. Umas vezes sem a sorte pelo seu lado, outras acusando manifesta crise, Belém deverá reagir sem perda de tempo.
Enquanto os avançados sportingues vão, aqui e ali, ao sabor da sua disposição, ou das necessidades do momento, folheando, tratados de irresistíveis fazedores de golos, o Belenenses já nem sequer mostra aquela organização defensiva que há épocas sobremaneira o distinguia."

Sem comentários: