Vicente Lucas: «O próprio Pelé dava-me os parabéns»

"Entrou na história como um jogador especial. Nunca a timidez, a correção, o desportivismo e o perfil de homem bem formado se conjugaram de forma tão rica e brilhante; nunca um defesa gerou sentimentos tão profundos de respeito e admiração; nunca atributos tão nobres suportaram um génio defensivo como houve poucos no futebol português.
Mais do que um central, Vicente Lucas foi um jogador que, senhor de técnica notável, soube dar brilho à ação de quem jogava a procurar a bola. Quando defrontava os maiores artistas do jogo entretinha-se a desmantelar, uma por uma, todas as armas de quem lhe aparecia pela frente. Um dia disseram-lhe para marcar Pelé. Não deixou o rei do futebol tocar na bola. Um feito só ao alcance dos grandes talentos. Meses depois do Mundial’66 teve um acidente de viação que o obrigou a antecipar o fim de carreira. Sentiu então, de forma ainda mais veemente, o carinho dos adeptos. Hoje, ninguém duvida de que, sendo um exemplo como homem, foi, acima de tudo, um dos melhores jogadores portugueses de todos os tempos."
Texto do 'Record Online' de 3 de Julho de 2011

Sem comentários: