Serafim das Neves pelo lápis de Pargana

SERAFIM das NEVES, caricaturado por Pargana em 1952

Defender as suas cores / sem pensar no “capim” / e ser bom entre os melhores / eis o fim, do SERAFIM.
E, sempre “naquela conta” / como um polícia a rondar / tomando os “pontas” de ponta / nem os deixa respirar !
Joga com pés e cabeça / em bom terreno ou ruim / ninguém há que não conheça / o nosso bom SERAFIM.

In Revista “Risota”

Sem comentários: